jusbrasil.com.br
5 de Junho de 2020

Documentos essenciais para o correto preenchimento do Imposto de Renda

Studio Fiscal, Contador
Publicado por Studio Fiscal
há 6 anos

No momento de preencher o Imposto de Renda é fundamental ter em mão determinados documentos essenciais para a correta declaração. Entre eles, podemos citar à primeira vista a declaração do ano anterior. Ao consulta-la, o contribuinte vai ter uma ideia melhor de quais documentos são necessários para o correto preenchimento.

Porém, há outros documentos essenciais para o preenchimento, entre eles:

1 – Informes de rendimentos de instituições financeiras, inclusive corretora de valores;

2 – Informes de rendimentos de salários, pró labore, distribuição de lucros, aposentadoria, pensão, etc;

3 – Informe de rendimentos de aluguéis de bens móveis e imóveis recebidos de jurídicas;

4 - Informações e documentos de outras rendas recebidas no exercício (no caso, ao longo de 2013), tais como rendimento de pensão alimentícia, doações, heranças recebida no ano, dentre outras;

5 - Resumo mensal do livro caixa com memória de cálculo do Carne Leão;

6 - DARFs de Carnê Leão;

Bens e Direitos

1 - Documentos comprobatórios de compra e venda de bens e direitos;

Dívidas e ônus

2 - Informações e documentos de dívida e ônus contraídas e/ou pagas no período;

Renda variável

1 - Controle de compra e venda de ações, inclusive com a apuração mensal de imposto;

2 - DARFs de renda variável;

Esses documentos são indispensáveis para o cálculo do Imposto de Renda sobre renda variável.

Informações gerais

1 - Dados da conta bancária para restituição ou débitos das cotas de imposto apurado, caso haja;

2 - Nome, CPF, grau de parentesco dos dependentes e data de nascimento deles;

3 - Endereço atualizado;

4 - Cópia da última declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (completa) e do recibo de entrega;

5 - Atividade profissional exercida atualmente

Pagamentos e doações efetuadas

1 - Recibos de pagamentos ou informe de rendimento de plano de saúde ou seguro saúde, com CNPJ da empresa emissora e a indicação do paciente;

2 – Despesas médicas e Odontológicas em geral, com CNPJ da empresa emissora ou CPF do profissional, com indicação do paciente;

3 - Comprovantes de despesas com educação, com CNPJ da empresa emissora e indicação do aluno;

4 - Comprovante de pagamento de plano de previdência privada, com CNPJ da empresa emissora;

5 - Recibos de doações efetuadas;

6 – Guias com recolhimento do INSS patronal, pago a empregado doméstico, e cópia da carteira profissional de empregado doméstico;

7 - Comprovantes oficiais de pagamento a candidato ou partido político;

Quando se tratar de declaração conjunta com dependente (esposa, filhos), também é necessário a apresentação da relação de documentos acima referente a eles.

Fonte: G1

5 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

muita bacana essa informação ai pois achava que nao seria necessário colocar as informações de informe de rendimento isso foi muito útil para mim parabéns a toda equipe do JUS BRASIL valeu mesmo. continuar lendo

Comprovantes de despesas com medicamentos também podem ser usados ??? continuar lendo

Não. A compra de medicamentos só pode ser deduzida se eles integrarem a conta emitida pelo estabelecimento hospitalar, aí entra no CNPJ do hospital ou clínica. continuar lendo

Olá
Recebi um relatório de empenho de um policial militar. Alguém sabe como lançar o valor respectivo na declaração de imposto de renda? continuar lendo

como faço se não tenho mais o recibo da declaração do ano passado? continuar lendo